Por que as pessoas não te escutam? Como melhorar a comunicação

Quantas vezes passamos por situações em que as pessoas nos escutam por educação, mas no fundo estão com o cérebro desligado pensando nos filhos, ou em quanto tempo perderá enquanto atiramos palavras contra elas ou na lista do supermercado?

Pense nas vezes em que você tem boas ideias, quer disseminá-las mas, simplesmente, não consegue chamar a atenção de seus espectadores (amigos, chefe, plateia, cônjuge) e o quanto isso pode nos frustrar ou deixar que boas ideias se percam na nossa falta de habilidade de comunicação.

Por que as pessoas não te escutam? Como melhorar a comunicação

Alguns especialistas apontam em algumas direções que fazem com que as pessoas nos ignorem. A lista a seguir são dicas sobre o que NÃO falar quando queremos atenção, veja o vídeo “How to Speak so that people want to listen” (Como falar para fazer com que as pessoas queiram te escutar) em www.ted.com.

  1. Fofocas: você não consegue transmitir uma ideia se envolver fofoca na conversa, o receptor sabe que você fará fofoca dele quando tiver a oportunidade, você acaba perdendo credibilidade;
  2. Julgamento: não julgue a pessoa com quem está falando, você pode colocar sua opinião sem fazer comparações com o comportamento do seu ouvinte, foque no seu ponto de vista;
  3. Negativismo: não coloque seus assuntos dizendo que tudo dará errado.
  4. Reclamações: todo já tem seus próprios problemas, não espalhe a miséria, traga luz, inspiração para o seu discurso;
  5. Desculpas: não coloque a culpa nos outros, não se esquive de suas responsabilidades
  6. Mentira: não exagere no seu discurso, é um indício de que está sobrevalorizando (ou mentindo);
  7. Dogmatismo: não imponha seu ponto de vista, as pessoas podem ter outra visão. Limite-se trocar informações.

Livre-se destes tópicos e aumente suas chances de que as pessoas te levem mais a sério, desperte nelas o desejo de entender a sua mensagem.

Fale com honestidade, passe sua mensagem com clareza, evite palavras que dão espaço para dupla interpretação. Seja autêntico, coloque a sua verdade sobre a mesa, mas lembre-se, sem dogmatismo. Estabeleça coerência entre suas palavras e ações, não aplique o ditado “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Demonstre que se importa e quer algum retorno de seu ouvinte.

Com as dicas acima você será capaz de melhorar a comunicação com as pessoas, aumentar o entendimento de suas ideias e pontos de vistas. Você será melhor compreendido e a suas conversas se tornarão mais interessantes e produtivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *