Capital Humano (…) pra que estudar????

É fácil de entender, ou por conhecimento ou porque esta na mídia, que quanto mais capital investido na infraestrutura de um país, as possibilidades de crescimento econômico aumentam, assim como é de se esperar que a instalação de uma fábrica proporcione melhor condição de vida através da geração de emprego ou do desenvolvimento de tecnologia. Estes conceitos são tangíveis, todos entendem.

A palavra “capital”, na economia, lembra indústrias, infraestrutura, bancos, bolsa de valores, dinheiro na carteira, orçamento do governo, consumo. Essa analogia é correta, mas não é completa.

meme_pensando_png_by_mfsyrcm-d5949t0

Para o cidadão comum, as principais preocupações em torno do capital são:

  • Conseguir financiamento para comprar um carro ou uma casa;
  • Pagar por uma viagem dos sonhos;
  • Prover melhor educação para os filhos.

Mas este capital é apenas o capital monetário (dinheiro).

Muito antes de termos acesso ao dinheiro precisamos oferecer algo em troca, horas de dedicação ao trabalho, um projeto novo, um produto novo, uma inovação tecnológica. Mas para isso precisamos ser treinados. Então é necessária a introdução de outro conceito de capital, o capital humano, ou se preferirem, conhecimento, desenvolvimento de capacidade analítica, de raciocínio  lógico, resumindo, mais tempo dedicado aos estudos.

Não é a toa que as pessoas que passam mais tempo nas salas de aula têm renda média maior e, portanto, mais acesso aos prazeres da vida. Claro, não é só através das salas de aulas que aumentamos o capital humano, a experiência na atuação profissional, estímulos recebidos na infância também são fontes de conhecimento. No caso dos atletas, o capital humano vem com, treino, muito treino.

Não existe milagre. Precisamos ter conhecimento. O problema é que investir em conhecimento, normalmente, vem antes do aumento de renda. É como abrir um novo negócio, primeiro colocamos nossos esforços (trabalho, dinheiro, tempo) depois, talvez e só talvez, teremos o retorno financeiro esperado. E assim funciona com os anos de estudo, nos preparamos, nos esforçamos, abrimos mão de festas, fins de semana na praia, pra que??? Para termos a chance de aproveitar uma oportunidade quando, e se, esta aparecer. Mas com certeza estaremos mais perto dessa chance.

O melhor é que a sociedade em que vivemos, está desenhada para que a pessoa colha os frutos dos seus esforços, pense na lei das patentes, que garante um certo “monopólio“ para exploração das invenções, ou no salário que ganhamos no final de cada mês, que é nosso e de mais ninguém, fazemos com ele o que quisermos.

Fontes Consultadas: http://www.econlib.org/library/Enc/HumanCapital.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *